http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/issue/feed Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico (EDUCITEC) 2018-12-11T08:09:25-04:00 Izabel Alinne Alves de Paula educitec.revista@gmail.com Open Journal Systems <p>A Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico (EDUCITEC) é um periódico científico com acesso livre, que foi pensado e elaborado pelo Mestrado Profissional de Ensino Tecnológico (MPET) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM), com o objetivo de contribuir com a disseminação da ciência, ampliando o espaço destinado a produção científica com temas voltados para o ensino tecnológico, educação e áreas afins.</p> <p>A EDUCITEC publica artigos, relatos de experiências e resenhas.</p> <p>O público alvo da revista são docentes dos diferentes níveis de ensino, pesquisadores do campo da educação e estudantes.&nbsp;</p> <p><span class="st">O fluxo de submissão (recebimento) de artigo é contínuo.</span>&nbsp;Sendo sua publicação semestral: junho e dezembro.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>ISSN: 2446-774X</strong></p> <p><strong>Qualis/CAPES B1 (Ensino)</strong></p> http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/713 Expediente, v. 04, n. 08, nov. 2018 2018-12-11T08:09:22-04:00 Izabel Alinne Alves de Paula alinne@ifam.edu.br 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/714 Editorial, v. 04, n. 08, nov. 2018 2018-12-11T08:09:22-04:00 Maria Lúcia Tinoco Pacheco lwtinoco@gmail.com 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/430 Analisando as controvérsias sobre o desastre socioambiental da Samarco em uma oficina pedagógica com jornais impressos 2018-12-11T08:09:24-04:00 Alexsandro Luiz dos Reis alexreis923@gmail.com Fábio Augusto Rodrigues e Silva fabogusto@gmail.com <p>Neste trabalho analisamos as controvérsias suscitadas a partir do desenvolvimento de um produto educacional, no caso, um caderno que permitirá aos professores da Educação Básica o desenvolvimento de uma oficina pedagógica de produção de textos jornalísticos. Nesse caminho, utilizamos os preceitos teóricos-analíticos da Teoria Ator-Rede (TAR) para compreendermos os fluxos, alianças e movimentos empreendidos, formados a partir das interações entre os actantes, no caso alunos e os jornais, durante a oficina. A partir das análises observamos que foram muitas as controvérsias que se emergiram a partir das discussões, debates e reflexões acerca da temática abordada. Dessa forma, enfatizamos que o referencial adotado foi relevante para a compreensão desta prática sociomaterial. Destacamos ainda, o produto educacional desenvolvido, que se mostrou como um importante instrumento para que professores da educação básica possam vir a trabalhar as controvérsias em torno do desastre.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/350 Facebook como ferramenta de interação no ensino de informática 2018-12-11T08:09:25-04:00 Andréia Maciel da Silva andreia_maciel_silva@hotmail.com <p>O presente artigo apresenta os resultados de uma pesquisa que teve como objetivo atuar no processo de ensino-aprendizagem com os alunos do curso Técnico em Agropecuária Subsequente no Instituto Federal de Rondônia (IFRO) campus Cacoal, no ensino da disciplina de “Introdução à Informática”, a fim de fornecer subsídios para desenvolver interações que privilegiem a aprendizagem por meio do Facebook como Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). Nesse contexto, para se realizar a pesquisa a metodologia implantada foi da pesquisa-ação, que estabelece uma intervenção em uma realidade pedagógica visando à melhoria da qualidade do ensino. Os instrumentos utilizados para a coleta de dados foram: a observação participante, o diário de campo, a entrevista semiestruturada. Os resultados encontrados nesta pesquisa demonstraram que o Facebook é um espaço propício para trabalhar diversos conteúdos de ensino-aprendizagem na modalidade de Educação a Distância.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/377 Estratégias para ensino de áreas de regiões planas irregulares na educação básica: uma proposta fundamentada no uso do software GeoGebra 2018-12-11T08:09:25-04:00 Danilo Augusto Ferreira de Jesuz danilo.jesuz@ifpr.edu.br Ana Lucia Pereira ana.lucia.pereira.173@gmail.com <p>Desenvolver estratégias para o cálculo de áreas de regiões planas irregulares constitui-se em uma atividade didática interessante para capacitar o aluno a aplicar conhecimentos científicos aprendidos na escola em situações sociais, cotidianas e profissionais. Neste trabalho, apresentamos uma proposta para o cálculo aproximado da área de uma região plana irregular, valendo-nos de noções intuitivas da soma de Riemann. A proposta tem como fundamentação metodológica o uso de tecnologias digitais de informação e comunicação no processo de ensino e aprendizagem. Partimos de um problema que traz uma abordagem de contexto cotidiano e, por meio de diferentes estratégias de resolução, perpassamos por diversos e importantes conceitos relacionados ao conteúdo matemático em que estamos interessados. Utilizamos como aporte tecnológico o software GeoGebra, que é utilizado em diversos estágios da resolução do problema, desde a modelagem da problemática apresentada até a visualização de conceitos abstratos, proporcionando uma atividade interativa em que o aluno atua como protagonista no processo de construção de conhecimentos, cabendo ao professor o papel de mediador desse processo. Apresentamos discussões e reflexões visando corroborar a importância do uso dessa ferramenta tecnológica&nbsp; &nbsp;no desenvolvimento dos processos de ensino e de aprendizagem de matemática na educação básica.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/387 Tecnologias digitais no ensino da matemática e formação de professores: possibilidades com o QR Code Reader 2018-12-11T08:09:25-04:00 Carla Denize Ott Felcher carlafelcher@gmail.com Ana Cristina Medina Pinto cpinto.ana@gmail.com Vanderlei Folmer vandfolmer@gmail.com <p>O presente artigo tem por objetivo apresentar propostas de uso do <em>QR Code Reader</em> em sala de aula, a partir de reflexões tecidas por professores de Matemática. Considerando que Tecnologias Digitais, smartphones e aplicativos estão presentes em nossas vidas, e, com mais intensidade, ainda, entre os jovens. Para realizar este estudo utilizou-se de metodologia quantitativa e qualitativa, com aplicação de questionário misto a professores de Matemática da rede pública de determinado município do Rio Grande do Sul. Os dados assinalaram que, embora a maioria dos professores cita utilizar as Tecnologias Digitais para ensinar Matemática, o índice tem acentuado decréscimo em se tratando do smartphone, e o <em>Qr Code</em> é quase que desconhecido pela totalidade dos professores. Sobre as justificativas para utilização ou não utilização do smartphone, encontra-se, que esse facilita e promove a atenção, mas, também, pode gerar indisciplina em sala de aula. No entanto, este mesmo público reconhece no aplicativo potencial para ensino e aprendizagem, o que ressalta a importância da formação destes profissionais. Por fim, práticas como as sugeridas proporcionam uma experiência diferente do tradicional, alinhada com a evolução tecnológica atual. O que possivelmente contribuirá para tornar as aulas mais dinâmicas, alunos mais motivados e uma visão diferenciada da matemática.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/407 A rede social facebook como ferramenta de comunicação entre a escola e a família 2018-12-11T08:09:24-04:00 Renata Aparecida Drape renatadrape17@gmail.com Andréia Barboza Braga andreinhabraga@gmail.com Maria Angélica Chagas Ferreira angelicachagasf@uol.com.br Rafael Ferraz Baptista rafax2@hotmail.com Rafael Santos Rafytos_1@yahoo.com.br <div id="icpbravoaccess_loaded"> <p>O presente trabalho apresenta um estudo qualitativo sobre a utilização do <em>Facebook</em> como ferramenta de comunicação entre escola e família/responsáveis. A temática surgiu pela identificação da ausência familiar como uma das possíveis causas que afetam a aprendizagem no cotidiano escolar. Considerou-se, ainda, a inserção dos indivíduos em uma sociedade contemporânea, na qual a popularização dos recursos tecnológicos possibilitou a inclusão ao mundo digital e consequentemente às redes sociais. Objetivou-se mapear a utilização do Facebook pelas escolas da rede municipal de São Carlos/SP, bem como analisar a interação entre os pais/responsáveis (dos alunos) e as escolas por meio do Facebook. Intenta-se, identificar os desafios e possibilidades acerca da utilização das redes sociais. O estudo iniciou-se através da pesquisa bibliográfica. A análise documental possibilitou averiguar como as políticas educacionais orientam sobre o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nos processos de ensino e aprendizagem. O objeto desta pesquisa foram as páginas do <em>Facebook</em> de 20 unidades escolares. Percebeu-se que as páginas das escolas são alimentadas com fotos, vídeos e anúncios, em sua maioria de cunho informativo, o que torna factível a atuação das instituições escolares como mídias sociais, porém, não estabelecem um canal de comunicação participativa entre escola e família, considerando a segunda mero receptáculo de informações. Por fim, notou-se alguns desafios que se referem à apropriação adequada das tecnologias pelas escolas, incluindo o déficit na utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação como práticas pedagógicas e principalmente uma preocupação significante sobre a exposição das crianças e adolescentes no <em>Facebook</em>.</p> </div> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/410 Ensino, Iniciação à Pesquisa e Tecnologias de Informação e Comunicação nas Fronteiras do Pensar 2018-12-11T08:09:24-04:00 Rogério José Schuck rogerios@univates.br Maria Isabel Lopes milopes@univates.br Fabrício Agostinho Bagatini fabriciobagatini@hotmail.com Inauã Weirich Ribeiro iwribeiro@universo.univates.br Lara Kalkmann Goulart lara.goulart@univates.br <p>A iniciação à pesquisa pode ser beneficiada e potencializar a construção do conhecimento, com o aumento significativo da velocidade a qual se dá o acesso às informações. O estudo buscou investigar processos de ensino, de iniciação à pesquisa e de aproximação com as Tecnologias de Informação e Comunicação – TICs, que permeiam as práticas pedagógicas de docentes do Ensino Superior e da Educação Básica. Foram entrevistados seis alunos mestrandos das regiões Sul, Norte e Nordeste do Brasil. Trata-se de uma pesquisa qualitativa; as informações foram coletadas mediante entrevista gravada, seguindo roteiro de questões semiestruturadas. Resultados apontam que todos os alunos mestrandos trazem uma predominante concepção de que as pesquisas devem ser realizadas na biblioteca da escola ou então na sala de informática, sendo que justificam o não fazer pesquisa pela falta de infraestrutura. A ideia de realizar investigações na sala de aula é algo distante da compreensão da maioria dos entrevistados.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/467 Percepções de conceitos em educação ambiental através de uma sequência didática com a temática água em diferentes ambientes 2018-12-11T08:09:24-04:00 Saidea Regina de Souza Moreira saidea@bol.com.br <p>O artigo apresentado é um recorte da dissertação do Mestrado Profissional em Ensino de Ciências da Universidade Estadual de Roraima e corresponde à pesquisa Percepções de Conceitos em Educação Ambiental que objetivou analisar por meio de uma sequencia didática a percepção dos discentes em relação a educação ambiental, destacando o conteúdo Água em Diferentes Ambientes. A abordagem da pesquisa é de natureza qualitativa, desenvolvida com dezoito alunos do 6º ano do Ensino Fundamental e configurou-se como uma pesquisa-ação por entender que o pesquisador se fez presente pesquisando e desenvolvendo as ações em colaboração com os participantes, trazendo assim uma reflexão coletiva e suas contribuições para o ensino, educação e sociedade. Os resultados da pesquisa permitiu analisar a sequência didática como sendo produtiva e eficaz na construção de novos conceitos e novas percepções dos estudantes, pois através da abordagem do conteúdo abriu-se espaços para debates, questionamentos e produção de atividades, nesse viés os momentos da sequência didática propiciou aos estudantes refletir e repensar sobre as atitudes individuais e coletivas, frente as situações vistas atualmente na natureza e proporcionou a construção do conhecimento científico através das atividades sistematizadas.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/496 Modelagem matemática, cálculo diferencial e integral e banco de dados: um estudo sobre pesquisas brasileiras 2018-12-11T08:09:23-04:00 Jefferson Dantas de Oliveira dantascpm2a@hotmail.com Zulma Elizabete de Freitas Madruga betefreitas.m@gmail.com <p>Este artigo apresenta um recorte de uma investigação que tem como objetivo analisar como se apresentam as pesquisas que utilizam a modelagem matemática como auxílio para o ensino da disciplina Cálculo Diferencial e Integral, e posteriormente armazená-las em um banco de dados. Como abordagem metodológica, se utilizou os procedimentos do Mapeamento na Pesquisa Educacional. Os dados foram constituídos a partir da seleção de dez pesquisas publicadas em dois bancos de dados. Para a análise, estabeleceram-se inicialmente sete categorias: a) contexto da pesquisa; b) questão de pesquisa/objetivo; c) referencial teórico; d) metodologia; e) principais resultados; f) perspectivas de continuidade; e g) conteúdo do Cálculo diferencial e integral. Após o mapeamento, as pesquisas foram disponibilizadas na rede, organizadas em um banco de dados criado para este fim. O estudo permitiu identificar a relevância da utilização de procedimentos metodológicos como a Modelagem Matemática no ensino e na aprendizagem da disciplina de Cálculo diferencial e integral. Verificou-se ainda que a utilização dessa metodologia permite que os estudantes sintam-se motivados no processo de aprendizagem dessa disciplina, adquirindo o interesse pelo estudo do cálculo.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/521 Por trás de fotografias e imagens: reflexões sobre o uso de tecnologias à luz das implicações do currículo oculto 2018-12-11T08:09:23-04:00 Bruno Sérgio de Andrade bruno-sergio-andrade@hotmail.com Amanda Larissa de Almeida amandalaah95@gmail.com Eliane Matesco Cristovão limatesco@yahoo.com.br <p>Por diversos fatores, durante seu percurso escolar muitos alunos perdem seu senso crítico e seu poder de questionamento, caindo no conformismo e aceitação de tudo que lhes é apresentado. Não seria diferente em relação aos conteúdos desenvolvidos nas aulas de matemática. Os educandos nem sempre são mobilizados a questionar a presença e o papel da matemática na sua vida, passando a vê-la simplesmente como um conjunto de regras e técnicas para operar. Diante desta problemática, no âmbito de um subprojeto de Matemática do PIBID, foi proposta uma intervenção baseada no uso de aplicativos desenvolvidos a partir do software <em>Wolfram</em> <em>Mathematica, </em>que possibilita a conversão e tratamento de imagens em matrizes e vice-versa. A sequência didática, elaborada para esse fim, buscava incentivar os alunos a perceberem que a matemática pode estar presente em atividades diárias como, por exemplo, o simples ato de fotografar objetos ou pessoas pelo celular, além de possibilitar a visualização dinâmica dos conceitos envolvidos nessa prática. Com base no referencial sobre implicações do currículo oculto (ou implícito) para o desenvolvimento humano dos educandos, neste artigo, a partir de episódios ocorridos durante a intervenção, são analisadas as potencialidades das atividades desenvolvidas. De antemão, pode-se afirmar que há indícios de que além de facilitar a visualização da relação existente entre imagens e matrizes, a intervenção possibilitou mudanças no currículo oculto transmitido aos alunos, contribuindo para o desenvolvimento do senso crítico, da autonomia e da capacidade de socialização.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/525 Citologia para estudantes surdos: uma unidade de ensino potencialmente significativa 2018-12-11T08:09:23-04:00 Eliane Barth Tavares eliane.tavares@ifac.edu.br Cinara Calvi Anic cinaranic@hotmail.com João dos Santos Cabral Neto jneto@ifam.edu.br <p>Como o aprendizado de estudantes surdos depende de outra língua que não a Língua Portuguesa, considera-se importante o uso da Libras como língua de instrução para um ensino e aprendizagem significativa das disciplinas curriculares, como a Biologia e, particularmente, os conteúdos referentes à Citologia, que são considerados abstratos e complexos. Por essa razão, foi elaborado um percurso investigativo com o objetivo de construir uma Unidade de Ensino Potencialmente Significativa (UEPS) para o ensino de Citologia para estudantes surdos do 1° ano do Ensino Médio de escolas inclusivas de Rio Branco, Acre. Nessa perspectiva, foi eleita a Teoria da Aprendizagem Significativa de Ausubel como aporte teórico e a pesquisa-ação como metodologia para promover a participação ativa dos sujeitos. O desenvolvimento da UEPS ocorreu em doze encontros com seis estudantes surdos. Durante o desenvolvimento deste percurso, as evidências da aprendizagem foram avaliadas por meio de Mapas Conceituais e as análises foram realizadas por meio da Taxonomia Topológica (CAÑAS et al., 2006) e Taxonomia Semântica (MILLER; CAÑAS, 2008). Os resultados obtidos durante o desenvolvimento da UEPS mostram que o uso de recursos visuais foi um fator importante para assegurar a compreensão dos conteúdos para aqueles termos para os quais não havia sinais em Libras, e os Mapas Conceituais foram considerados um recurso proveitoso como evidência da aprendizagem no Ensino de Citologia para estudantes surdos.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/526 Projeto sustentável de escola flutuante ribeirinha 2018-12-11T08:09:23-04:00 Pedro Felix Liotto pedroliotto639@gmail.com Laerte Melo Barros lmbarros_15@hotmail.com Thiago Felix da Silva thiagofelixdasilva099@gmail.com Vinicius dos Santos Albuquerque viniciusalbuquerque.ptr@gmail.com <p>A variação do nível das águas na região amazônica influencia as atividades comunitárias, sendo necessárias adaptações para o modo de vida amazônida. Assim podemos ressaltar a interferência nas atividades escolares dos ribeirinhos. Tendo a formação escolar como única porta para o progresso, o ribeirinho procura adaptar-se com o meio. Com a variação dos níveis das águas, a estrutura da escola é afetada drasticamente provocando interrupções no calendário letivo. Para mitigar essas ações a pesquisa busca padrões que sejam adaptáveis para este meio e que ainda possa ter caráter sustentável provocando reforços na formação dos ribeirinhos. A presente pesquisa busca apresentar uma forma de impedir a interrupção das aulas letivas no período escolar, ainda que em condições ambientais desfavoráveis. Aliada ao modelo é proposto alguns padrões de conforto elementar para a atividade acadêmica. Os materiais utilizados nas soluções propostas constituem uma adaptação sem grandes rupturas no modo ribeirinho de viver. Assim o uso da madeira de maneira sustentável e outro material, bastante frequente nas cidades industrializadas, são aliados formando um compósito capaz de ter a resistência estrutural da madeira e a propriedade térmica das placas feitas com resíduos de Poliestireno Expandido (Isopor). Como resultado, foi demonstrada a viabilidade de um projeto sustentável de escola ribeirinha, capaz de atender as necessidades escolas ribeirinhas, como conforto no processo ensino-aprendizagem e ao mesmo tempo foi possível a adaptação à variabilidade hidrológica em áreas de difícil acesso como a região amazônica.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/540 A língua portuguesa na Educação Profissional e Tecnológica: uma proposta de ensino do gênero textual relatório de aula prática no PROEJA 2018-12-11T08:09:23-04:00 Monick Munay Dantas da Silveira Pinto monick_mds@hotmail.com Samuel de Carvalho Lima samuel.lima@ifrn.edu.br <p>Este artigo tem por objetivo apresentar uma proposta de ensino do gênero textual relatório de aula prática a ser desenvolvida nos cursos técnicos de nível médio do Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (PROEJA). Em nossas bases teórico-metodológicas, dialogamos com a perspectiva dos multiletramentos (KLEIMAN, 2012), com o conceito de Gêneros Textuais (BAKHTIN, 1997) e com o currículo do PROEJA (MOLL, 2010) para realizarmos uma pesquisa de cunho qualitativo e exploratório. A análise do Projeto Pedagógico de Curso (PPC) (IFRN, 2012), da matriz curricular e do programa de disciplinas nos levou ao desenho de uma proposta de ensino complementar à disciplina de Língua Portuguesa com 20h de atividades de leitura, análise, produção e refazimento do gênero técnico-científico que auxilia na formação dos alunos inseridos no contexto da educação profissional e tecnológica. Concluímos que o gênero relatório deve ser objeto de ensino-aprendizagem explícito, pois é bastante utilizado pelos professores dos cursos técnicos integrados, bem como é uma exigência do próprio PPC que estabelece como produto final da prática profissional do aluno a produção de um relatório de estágio ou técnico-científico.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/565 A produção de vídeo como prática pedagógica no processo de ensino-aprendizagem 2018-12-11T08:09:23-04:00 Josias Pereira josiasufpel@gmail.com Adriana Kovalscki adrinks@gmail.com Jaqueline Antunes da Silva jaqueline.antunes@gmail.com Josiane de Moraes Brignol josianepmoraes88@gmail.com Viviane Peres de Jesus Lino vivianepereslino@gmail.com <p>O presente texto apresenta resultados de uma pesquisa que teve como objetivo refletir sobre como a produção de vídeo colabora com a autonomia dos estudantes da educação básica dentro de um processo educacional. Foram elencadas algumas teorias emergentes para compreender essa ação educacional, dentre elas a da Neurociência e a dos Multiletramentos. A pesquisa foi realizada em duas cidades do extremo sul do Rio Grande do Sul, as cidades de Capão do Leão e São Lourenço do Sul, com alunos do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental que realizaram as produções de vídeo em suas escolas. A metodologia de pesquisa utilizada foi do tipo qualitativa, tendo sido adotado o estudo de caso como estratégia de pesquisa. Foram utilizados como instrumento de coleta de dados, a aplicação de questionário com questões abertas. Para orientar a interpretação dos dados foi escolhida a análise categorial de Bardin (2004), tendo sido estabelecidas três categorias temáticas: criatividade, emoção e ação colaborativa. Os resultados da pesquisa possibilitaram verificar que as ações que envolvem a produção de vídeo no contexto escolar incentivaram a autonomia do aluno e o seu empoderamento crítico, de modo que cada educando foi capaz de interpretar criticamente e coletivamente a realidade do mundo e da cultura no/na qual está inserido.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/580 Concepção de um software para mapeamento estrutural de analogias empregadas no ensino de ciências 2018-12-11T08:09:22-04:00 Wilbert Viana Barbosa wilbertviana@gmail.com Alexandre da Silva Ferry alexandreferry001@gmail.com <p>O uso de analogias em sala de aula ou textualmente é uma prática de ensino muito comum, normalmente realizada de forma espontânea e pouco sistematizada. O campo de estudos sobre analogias em contextos de ensino tem revelado o potencial desse recurso de mediação didática para a aprendizagem, mas também tem apontado os riscos decorrentes do mau uso. Na perspectiva da análise de analogias e do seu emprego no ensino, Ferry e Paula (2017) introduzem um sistema de notações, respaldado pela <em>Structure-mapping theory</em>, de Gentner (1983), para esquematizar as correspondências entre dois domínios comparados analogicamente no contexto da Educação em Ciências. Esse sistema de notações serviu como base para a estruturação de um software capaz de auxiliar a construção do mapeamento estrutural de analogias e auxiliar o processo de análise estrutural e sistemática desse tipo de comparação, que foi concebido a partir de procedimentos comuns no desenvolvimento de software: levantamento de requisitos; construção do banco de dados; codificação e testes das funcionalidades implementadas. Assim, o presente artigo apresenta o desenvolvimento de uma ferramenta digital fundamentada, denominada Sistema MAPES, que demonstrou ser capaz de otimizar o processo de mapeamento estrutural, por meio da apresentação de elementos úteis para a análise das analogias, e de contribuir para o campo de estudos. Como conclusão, o Sistema MAPES pode ser usado como um importante recurso tecnológico para auxiliar nos estudos de analogias aplicadas a contextos de ensino e de pesquisa, seja no planejamento ou na análise desse recurso mediacional.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/606 Alunos avatares: a utilização de um aplicativo como ferramenta de ensino de língua inglesa 2018-12-11T08:09:22-04:00 Ânderson Martins Pereira andersonmartinsp@gmail.com Everton Estela Miranda evertonmirandalp@hotmail.com Priscila Fonseca Mello Fonseca priscilafonsecabage@gmail.com <p>O presente artigo busca discutir o espaço da sala de aula, visto a emergência do ensino virtual e como este espaço pode se beneficiar a partir do acréscimo de atividades criadas a partir do conceito de gamificação. Para tal, este texto baseia-se em um estudo de caso de uma escola de idiomas e pretende refletir sobre a interação e a corroboração destes dois espaços para o aprendizado de língua inglesa. Neste âmbito, este trabalho utiliza-se principalmente das contribuições de Brown (2005), Kapp, Blair e Mesch (2014), Mcgonigal (2011) e, Lightbown e Spada (2006). Esse estudo justifica-se por contribuir com as reflexões acerca do ensino de língua, as quais têm se destacado nas últimas décadas, bem como tornado disponíveis novas ferramentas para a convergência do espaço físico e virtual em prol do aprendizado.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/620 Software GCompris como recurso didático no processo de ensino-aprendizagem de Matemática: investigações na formação continuada de professores na rede Municipal em Cametá/PA 2018-12-11T08:09:22-04:00 Nilcilene da Silva Coelho nilcilenedasilvacoelho@yahoo.com.br Rubenvaldo Monteiro Pereira rubenp@ufpa.br <p>Este trabalho apresenta algumas considerações fruto de observações e entrevistas realizadas durante a execução de capacitações em softwares educacionais, ofertadas por projeto de extensão desenvolvido na Universidade Federal do Pará, Campus Tocantins-Cametá no Estado do Pará. Essas capacitações, ofertadas na forma de oficinas para alunos e minicursos para professores da escola básica, têm como objetivo trabalhar competências e habilidades na utilização de tecnologias educacionais, com ênfase no ensino e aprendizagem da Matemática. Dentre os softwares utilizados o GCompris tem se destacado entre os cursistas. O GCompris é um software livre educacional multiplataforma composto de dezenas de atividades lúdicas em várias áreas do conhecimento e desenvolvido para ser utilizado como recurso didático para o ensino e aprendizagem na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Neste trabalho, apresentamos os resultados de uma pesquisa realizada com os professores sobre: nível de conhecimento em tecnologias digitais, acesso a infraestrutura tecnológica nas escolas, satisfação com os minicursos ofertados pelo projeto e suas impressões sobre a utilização do GCompris como um recurso didático no ensino e aprendizagem da matemática. Os resultados obtidos apontam que, se por um lado há ainda muitas lacunas na formação e deficiência em infraestrutura para implementação de metodologias de ensino que envolvam tecnologias digitais nas escolas do município, por outro, há muita abertura e disposição, por parte dos professores, para utilização dessas ferramentas em suas práticas nas escolas.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/484 A configuração didática para mediação pedagógica do curso de especialização em Docência para Educação Profissional, na modalidade educação a distância, do Instituto Federal de Santa Catarina 2018-12-11T08:09:24-04:00 Mauro Lorençatto mauro.lorencatto@ifsc.edu.br <p>Este relato de experiência refere-se à oferta do curso de pós-graduação (especialização) em Docência para a Educação Profissional do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC), na modalidade Educação a Distância (EaD), a partir de oferta própria do Centro de Referência em Formação e EaD (CERFEaD) do IFSC, ou seja, sem fomento de programa externo, como o Universidade Aberta do Brasil (UAB). Tem como objetivo descrever a configuração do Ambiente Virtual de Ensino-Aprendizagem, plataforma <em>Moodle,</em> para mediação pedagógica entre professor-tutor e estudantes. O referencial teórico que norteou o relato foi a concepção de mediação pedagógica de Belloni (2009) pelo&nbsp;acompanhamento do estudante ao longo do seu percurso de aprendizagem. A configuração do AVEA, definida pela equipe multidisciplinar do CERFEaD, proporciona e instiga a mediação pedagógica entre professor-tutor e estudantes.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/597 Experimentos alternativos para determinação da qualidade da água a partir da utilização de filtros de garrafas de PET 2018-12-11T08:09:22-04:00 Aline Carvalho de Freitas aline_freitas@ifam.edu.br <p>A água é importante para as populações humanas, determinando o seu modo de vida. Providenciar água com qualidade para as necessidades das pessoas em todo o mundo é o grande desafio ao desenvolvimento sustentável de muitas áreas, seja qual for o seu grau de desenvolvimento. Ela é responsável pela variação climática, pela manutenção dos rios, lagos e oceanos e cria condições para o desenvolvimento de plantas e animais. O objetivo foi contribuir com a aprendizagem dos alunos a partir de experimentos alternativos sobre teste de qualidade e dureza da água. Através dos experimentos, os alunos obtiveram dados sobre a presença de sais de carbonatos dissolvidos na água e a possibilidade de tratamento adequado da mesma. Os conhecimentos prévios de 80 estudantes dos primeiros e segundos anos do Ensino Médio constituíram os dados do estudo, obtidos das respostas de questionários e entrevistas. Inicialmente os alunos não sabiam sobre a propriedade de dureza na água e depois conseguiram determinar a presença de sais de carbonatos que causam essa característica. Os filtros foram desenvolvidos a partir de garrafas de PET (politereftalato de etileno) e carvão do tipo vegetal, ativado e mineral. Verificou-se que os resultados das filtrações foram diferentes, sendo o carvão ativado foi mais eficiente. Os alunos se questionaram sobre o papel dos diferentes tipos de carvão na eficiência do filtro e pesquisaram as suas propriedades. Para obterem ao final uma amostra inodora e pura afirmaram que só foi possível quando usavam o filtro com carvão ativado por apresentar a capacidade de adsorção.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/477 Formação de professores e ação educativa na era da cultura digital: algumas reflexões 2018-12-11T08:09:24-04:00 Úrsula Cunha Anecleto ursula.cunha@hotmail.com <p>As tecnologias digitais têm possibilitado novas práticas de ensino e exigido de professores outras competências e <em>práxis</em> pedagógica no sentido de contribuir para uma aprendizagem mais significativa de seus alunos. Nessa perspectiva, este artigo tem como objetivo refletir sobre a formação continuada de professores para o uso dessas tecnologias na ação docente, de forma planejada e epistemologicamente fundamentada. Em seu percurso, tencionamos entende qual perfil se espera do docente na era da cultura digital. Como campo empírico, apresentamos uma realizada com professores da Educação Básica na região sisaleira do estado da Bahia, cuja análise de dados evidenciou concepções e práticas em relação às tecnologias digitais. Para a construção dos dados, utilizamos questionário, com questões fechadas e abertas, respondido por 14 professores de escolas públicas municipais da região supracitada. O estudo aponta que uma formação docente para as tecnologias digitais, que tenha como perspectiva uma ação comunicativa, proporciona aos professores práticas de ensino mais interativas e dialógicas, contribuindo para a formação de alunos participativos e autônomos para a construção do conhecimento.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/527 O uso de aeronave remotamente pilotada nas aulas práticas de estudo do relevo e de impactos ambientais 2018-12-11T08:09:23-04:00 José Roselito Carmelo Silva roselito.silva@ifam.edu.br Charles Silva de Araújo charles.geoprocessamento@hotmail.com Darler Júnior Pereira Rebouças darler.kazu@hotmail.com <p>A tecnologia dos drones, que vem se popularizando e apesar da sua difusão estar associada a um objeto de lazer (<em>hobby</em>), tem sido empregada em pesquisas e experimentos com o nome de ‘Aeronave Remotamente Pilotada’ (ARP). Munida de um sensor de captura de imagem, a ARP filma e faz registro imagético em ângulos diferentes do espaço terrestre para ser analisado posteriormente, além de realizar mapeamento em escalas com excelente nível de detalhamento do relevo em áreas de risco de difícil acesso e realizar voo de monitoramento sobre processos erosivos em áreas degradadas – e em diversos tipos de pesquisas relacionadas à observação, à análise e à interpretação. O objetivo da pesquisa foi utilizar a ARP nas aulas práticas da disciplina ‘Geografia II’ do Curso Técnico de Nível Médio Integrado em Química, no estudo do relevo e nas análises de impactos ambientais. A metodologia para desenvolvimento deste artigo foi baseada na pesquisa histórica para coleta de dados e informações sobre o desenvolvimento e utilização da tecnologia das ARPs ao longo do tempo e o procedimento dedutivo, que a partir de estudos generalizados sobre os vários modelos teve-se a particularidade do fenômeno, que permitiu definir modelo mais adequado da ARP para o uso na disciplina de Geografia. Nesse sentido, a pesquisa mostrou a construção de um cenário favorável à utilização de uma nova tecnologia que de forma eficiente permitiu aquisição de imagens impressas em formato A4 com excelente qualidade e prendeu a atenção dos alunos na sala de aula à descrição, análise e apresentação do relevo e dos estudos ambientais.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/339 Caracterização da produção científica dos gestores de Extensão e de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação do IFRS 2018-12-11T08:09:25-04:00 Magali Inês Pessini magali.pessini@caxias.ifrs.edu.br Luciana Calabró luciana.calabro@ufrgs.br <p>O estudo se propõe a apresentar um comparativo da produção científica dos gestores de Extensão e de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul. Trata-se de uma pesquisa descritiva, de abordagem quantitativa. Esta investigação se pautou da análise do cenário institucional, das características do perfil dos gestores. Constatamos que os gestores de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação possuem titulação mais elevada que os gestores de Extensão e, por consequência, a produção científica dos gestores de Pesquisa, Inovação e Pós-graduação é maior do que os gestores de Extensão. Outro fator relevante é que, no cenário institucional, além dos gestores possuírem atribuições regimentais, estes também se constituem como proponentes das ações de extensão e de pesquisa.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/494 O processo de formação inicial e continuada dos trabalhadores na área de flexografia: os aspectos socioeconômicos e o ensino profissional 2018-12-11T08:09:23-04:00 Eduardo do Nascimento eduardo.nascimento@ifsc.edu.br Rachel Patalena Leal rachel.leal@ifsc.edu.br Fernanda Coutinho Soares fcsoares1@gmail.com Fernando Augusto Groh de Castro Moura fernando.moura@ifsc.edu.br Patrícia Frangelli Bugallo Lopes do Nascimento patricia.frangelli@ifsc.edu.br <p>Este artigo apresenta-se como um estudo de caso que se propõe a utilizar os alicerces teóricos da pedagogia crítica, da educação profissional tecnológica e do contexto regional, a fim de compreender o processo de formação dos trabalhadores para a indústria de embalagens na área de flexografia em Caçador-SC. Metodologicamente observou-se desde as possibilidades da modalidade de curso do tipo Formação Inicial e Continuada (FIC) à importância da busca ativa junto às empresas. A posição pessoal dos gestores tem forte influência sobre a empregabilidade destes trabalhadores, e estes têm consciência das problemáticas envolvidas no seu contexto profissional e social, porém, poucos conseguem atuar para a modificação desta situação. Desta forma, uma equipe docente multidisciplinar e uma concepção pedagógica politécnica para formação integral foram decisivos neste cenário. Os discentes têm alta expectativa sobre o aprendizado prático, mas ainda existem dificuldades estruturais para a adequação do ensino neste sentido.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/426 Reflexões sobre organização e gestão na educação profissional e tecnológica: uma análise dos elementos históricos e sociológicos 2018-12-11T08:09:24-04:00 Wallace Pereira Sant Ana wallacegilvania@hotmail.com Lucas Manoel Andrade lucas.ma.andrade@gmail.com Lauce Noriyo de Moraes Nozaki laucenoriyo@gmail.com Mad Ana Desiree Ribeiro de Castro mad.castro@ifg.edu.br Luciana Campos de Oliveira Dias lucamposdias@gmail.com <p>O presente estudo tem como objetivo discutir a organização e gestão da Educação Profissional e Tecnológica (EPT), abordando alguns dos desdobramentos históricos, sociais e legais para a efetivação da gestão democrática no contexto educacional da EPT. Para isso, analisamos aos processos de gestão escolar e as influências patrimonialistas e gerencialistas ocorridas no contexto histórico brasileiro; posteriormente, descrevemos os fundamentos político-ideológicos da organização administrativa da escola, com foco nas relações entre gestão pedagógica, administrativa e de recursos humanos e a importância destas para a transformação social; e, por fim, abordamos os elementos histórico-políticos e legais do processo democrático no contexto escolar e os entraves existentes para a legitimação da gestão democrática como princípio norteador das práticas educativas e da organização escolar, com foco na EPT. Quanto a metodologia utilizada foi à revisão bibliográfica e documental, com abordagem qualitativa de caráter descritivo-reflexiva, baseado em autores como Coutinho (2006), Fernandes (2006), Grabowski (2014), Gramsci (2007), Paro (2012) e Souza (2009). As conclusões mostraram que a gestão escolar é influenciada por aspectos históricos, econômicos e político-ideológicos, na qual a classe dominante como mecanismo de conformação social, acarretando na efetivação de uma gestão democrática formal e estética, com uma visão distorcida dos princípios democráticos necessários à transformação social no espaço escolar. Concluiu-se também que a superação dessas concepções tradicionais dar-se-á a partir da reflexão desses elementos em sua prática social, buscando elencar considerações e sugestões para se efetivar uma gestão escolar que alcance a transformação social.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/457 Trajetória do CEP-ETC na gestão e oferta da Educação Profissional na Ceilândia e para Ceilândia 2018-12-11T08:09:24-04:00 Klever Corrente Silva klever.cs@gmail.com Anderson Gomes Peixoto etc.andersonpeixoto@gmail.com <p>A fim de atender à necessidade de constante formação para a vida e para o mundo do trabalho, o Distrito Federal tem a educação profissional como uma de suas políticas públicas. Este artigo de revisão tem como objetivo principal descrever a evolução da gestão da política de educação profissional em Ceilândia, uma Região Administrativa do Distrito Federal, focalizando especificamente na trajetória do Centro de Educação Profissional – Escola Técnica de Ceilândia (CEP-ETC). A metodologia empregada para atingir o objetivo proposto foi a pesquisa bibliográfica e documental sobre a instituição de ensino e a região administrativa estudadas. A realização deste artigo contribuiu significativamente para a construção de um memorial reflexivo sobre a política pública de educação profissional que vem sendo desenvolvida na região supracitada, pois resultou na conjunção de um referencial teórico e documental a respeito da gênese e evolução da política pública investigada, dando subsídios para a compreensão e aprofundamento do objeto em questão.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/475 Desenvolvimento de um manipulador robótico como ferramenta educacional no ensino tecnológico 2018-12-11T08:09:24-04:00 Cynthia Beatriz Scheffer-Dutra cynthia@ifsc.edu.br Maurício Edgar Stivanello mauricio.stivanello@ifsc.edu.br Ana Maria Navarro Barbosa amnb96@googlemail.com Wayne Pereira Albuquerque Cavalcanti Pinto waynealbuquerque17@gmail.com <p>No presente trabalho é apresentado o desenvolvimento de um braço articulado ou antropomórfico de cadeia cinemática aberta com juntas do tipo rotativas possuindo três graus de liberdade para seu posicionamento e orientação no espaço. O desenvolvimento do manipulador aborda as três áreas da mecatrônica: mecânica, elétrica e computação. Para a concepção do projeto foi utilizada a metodologia de Projeto de Desenvolvimento Integrado de Produtos que contém as etapas de projeto informacional, conceitual, preliminar e detalhado, utilizada na graduação em engenharia e no mestrado profissional. Todo o desenvolvimento de criação, elaboração e avaliação do protótipo foi possível em função do processo ensino-aprendizagem voltado a projetos, onde a formação dos estudantes é realizada de forma prática e interdisciplinar, resultando em algo palpável dentro do contexto tecnológico. O manipulador será acoplado em um robô móvel desenvolvido também em ambiente acadêmico, com o intuito de servir como plataforma de testes para situações de risco e de resgate de seres humanos.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/497 A formação de grupos operativos e sua influência no processo de aprendizagem no laboratório de eletricidade 2018-12-11T08:09:23-04:00 Andréa Cantarelli Morales acmorales.morales@gmail.com Francisco Catelli fcatelli@ucs.br <p>Este trabalho tem como principal objetivo apresentar como a formação de grupos com relação ao conhecimento prévio contribuem, para o processo de aprendizagem, considerando atividades práticas em laboratório de eletricidade. Como base fundamental foram considerados alguns referencias teóricos específicos. A teoria da aprendizagem significativa de David Ausubel (1980) foi utilizada como principal fonte para identificar os conhecimentos prévios dos estudantes, chamadas por Ausubel de subsunçor, e como a identificação do conhecimento prévio do estudante por parte do professor pode auxiliar no processo de aprendizagem. Relacionando as questões de formação dos grupos, considerando também a afinidade e a colaboração entre os integrantes dos grupos, foi empregada a teoria de grupos operativos de Pichon-Rivière (2009). Esta pesquisa evidenciou que os grupos formados por homogeneidade em relação ao conhecimento prévio houve maior cooperação e colaboração no objetivo final na construção da tarefa. Dos grupos heterogêneos em relação ao conhecimento prévio, somente em dois grupos houve colaboração, os demais desenvolveram as atividades sem cooperação, buscando apenas a conclusão da atividade em si, sem observarem o processo de aprendizagem do grupo como um todo.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/569 Aproximações entre educação jurídica e ensino médio integrado: proposta para uma formação cidadã e ética 2018-12-11T08:09:23-04:00 Camila Bernardino de Oliveira Lamas camilabernardino@hotmail.com Paula Reis de Miranda paula.reis@ifsudestemg.edu.br Ana Paula Lelis Rodrigues de Oliveira ana.lelis@ifsudestemg.edu.br <p>Este artigo visa alcançar o objetivo de apresentar discussão teórica sobre possíveis aproximações entre educação jurídica e ensino médio integrado com vistas a possibilitar uma formação cidadã e ética aos adolescentes e jovens nesta etapa da educação. Para tanto, como metodologia, fora realizada uma revisão de literatura acerca da dualidade histórica da educação profissional no Brasil, do ensino médio integrado e da formação cidadã e ética por meio da educação jurídica. O estudo evidencia como resultado que a educação profissional no Brasil, desde sua criação, apresenta característica de capacitar para o trabalho os mais pobres e, inobstante a existência de diversas legislações posteriores visando pôr fim à dualidade educacional, esta fora mantida, especialmente nos currículos. Ademais, destaca-se que o ensino médio integrado pautado no eixo trabalho, ciência e cultura, com vistas a uma formação omnilateral dos sujeitos, configura-se como importante alternativa para a superação dessa dualidade e a educação jurídica, nesta etapa, pode vir a permitir aos estudantes a apropriação de uma cultura das normas que regulam a vida social, o que fortaleceria a alteridade e contribuiria para seu desenvolvimento de maneira emancipada e crítica. Conclui-se, dessa forma, que a aproximação entre educação jurídica e o ensino médio integrado possibilitaria aos jovens conhecerem a organização e estrutura do Estado em que vivem e os direitos e deveres que lhe são inalienáveis, o que se constitui como importante instrumento para o exercício de uma cidadania ativa e aprimoramento do agir ético, contribuindo para a edificação de uma educação profissional emancipatória.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/573 A gestão baseada em competência é compatível com o Ensino Médio Integrado ao técnico na Rede Federal de Educação Profissional? 2018-12-11T08:09:22-04:00 Juliana Vieira Galvão juvgalvao@gmail.com <p>Este artigo busca refletir sobre a pertinência da gestão baseada em competência no ensino médio integrado ao técnico. Visa, a partir de uma contextualização histórica tanto da educação profissional no Brasil quanto dos principais modelos de gestão de pessoas, delinear os princípios e diretrizes desses dois campos e problematizar sua articulação por meio do modelo baseado em competência. Para tanto, foi realizada uma revisão bibliográfica com fontes que analisam tanto a gestão baseada em competência em uma perspectiva desenvolvimentista e hegemônica, quanto autores do campo marxista. Conclui-se que, considerando os desdobramentos deste modelo no processo pedagógico e no mundo empresarial, a gestão baseada em competência assimilada sem uma profunda análise crítica coloca sérios obstáculos para a promoção de uma educação emancipadora.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/576 Práticas Educativas na Educação Profissional e Tecnológica: uma experiência na disciplina de Bases Conceituais do ProfEPT 2018-12-11T08:09:22-04:00 Paula Reis de Miranda paula.reis@ifsudestemg.edu.br Géssica Braga Brum Bertholdo gb_rum@yahoo.com.br Beatriz Gonçalves Brasileiro beatriz.brasileiro@ifsudestemg.edu.br <p>O Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT) tem sua primeira oferta em rede nacional no ano de 2017 e junto a essa oferta muitas dúvidas e possibilidades de formação. A descrição reflexiva de uma dessas possibilidades é o objetivo principal deste trabalho: as práticas educativas vivenciadas na atividade de Projeto de Invenção durante a oferta da disciplina obrigatória de Bases Conceituais para Educação Profissional e Tecnológica. Neste texto é apresentado um breve histórico do ProfEPT; algumas bases teóricas que sustentaram a disciplina ofertada; a organização e a estruturação da proposta didática nomeada Projeto de Intervenção, bem como os frutos dessa prática educativa e o relato descritivo/reflexivo de dois desses projetos a fim de inspirar outras ações que possibilitem o diálogo e a formação aos mais diversos ambientes da nossa sociedade.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/602 Avaliação do Projeto Enxurrada de Bits 2018-12-11T08:09:22-04:00 Otaviano Martins Monteiro otavianomartins@hotmail.com Erlene Rosa dos Santos Souza erlenerss@gmail.com Ramon da Cunha Lopes ramon@decom.cefetmg.br Sandro Renato Dias sandrord@cefetmg.br <p>Este trabalho tem o objetivo de apresentar e avaliar o Enxurrada de Bits, que é um projeto de extensão pertencente ao CEFET-MG. O projeto visa divulgar a programação de softwares e a robótica através de oficinas de aprendizagem abertas ao público em geral. Também são ofertados cursos regulares e gratuitos destas áreas tecnológicas, destinados a estudantes de escolas públicas. O Enxurrada de Bits também&nbsp; organiza e sedia competições de programação e robótica e incentiva os alunos do CEFET-MG a participarem. A análise realizada neste trabalho considera a satisfação e o desenvolvimento pessoal dos alunos quanto aos cursos, além da mídia gerada pelo projeto e os resultados obtidos nas oficinas e competições.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/389 Considerações sobre a gestão democrática e participativa na Educação Profissional e Tecnológica 2018-12-11T08:09:25-04:00 Ana Sara Castaman anacastaman@hotmail.com Ricardo Antonio Rodrigues ricardo.rodrigues@iffarroupilha.edu.br <p>O presente ensaio tem por finalidade refletir acerca da gestão escolar democrática e participativa na Educação Profissional e Tecnológica (EPT). Para tanto, pautado em uma abordagem qualitativa e em uma pesquisa bibliográfica e documental, este estudo discute dialeticamente os seguintes pontos: os princípios que orientam a gestão escolar democrática em instituições na EPT e os mecanismos de participação democrática na EPT. Entende-se que a gestão escolar democrática precisa continuamente reelaborar e redirecionar seus princípios, reavaliar seus mecanismos de participação e fazer do poder uma possibilidade e um empoderamento dos sujeitos que constituem a comunidade escolar. Por parte da gestão deve haver sempre esse duplo cuidado, de que a instituição seja germe de uma sociedade igualitária e estimular os profissionais da educação a se envolverem nas questões acerca da constituição de uma organização democrática. Uma gestão democrática favorece a divergência, a controvérsia, a pluralidade de ideias e a solidifica-se no intuito de uma sociedade livre, justa e solidária. O diálogo reflexivo constitui-se como antídoto para evitar a autocracia, a oligarquia e as tiranias que não são e nem serão privilégio de uma determinada cultura ou época. As inúmeras contradições que desafiam a EPT não podem ser minimizadas, precisam ser enfrentadas do ponto de vista teórico e prático, mas para tal, deve ser formado um consenso mínimo em torno da gestão para que embora tenha tantas diferenças de concepções e visões, não se perca o foco daquilo que é o papel humano e social de uma instituição que forma para a EPT.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/375 O ensino de Língua Portuguesa para fins específicos na Educação Profissional: algumas reflexões 2018-12-11T08:09:25-04:00 Rodrigo da Silva Lima rodrigolima_letras@hotmail.com <p>Este artigo tem por objetivo analisar o ensino de Língua Portuguesa para Fins Específicos (LPFE) na Educação Profissional Tecnológica (EPT). As reflexões perpassam brevemente três momentos. O primeiro, entre os anos 1920 e 1930, a partir do panorama traçado por Cunha (2000 e 2005) na Formação Profissional. O segundo, nos anos 1970 e 1980, ao refletir sobre a Abordagem Instrumental, (AI) (Cintra, 2009) e Ramos (2009) e a Análises de Necessidades (AN) por (Santos, 2003) e Cintra e Passarelli (2008) com a finalidade de ensinar língua para fins específicos. No terceiro momento, é feita uma análise de como está a atual situação do ensino da LPFE a partir da análise do currículo de formação técnica de nível médio do Curso de Edificações de duas Instituições Públicas de ensino técnico: o Centro Paula Souza e o Instituto Federal de São Paulo (IFSP). As análises dos documentos apontam que disciplina de LPFE do Centro Paula Souza e a do IFSP campus São Paulo Capital possuem conteúdos adequados para a formação profissional e, se trabalhadas a partir da Abordagem Instrumental (AI) e da AN, promoveriam um melhor aproveitamento das aulas de LPFE. Destaca-se, na conclusão, que a disciplina de LPFE (Linguagem, Trabalho e Tecnologia) no Centro Paula Souza por ser transversal é ofertada em todos os cursos ao passo que no IFSP a disciplina é optativa.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/399 A pesquisa na Educação Profissional Técnica De Nível Médio (EPTNM): análise de um plano de curso técnico sobre pesquisas desenvolvidas em conformidade com a Resolução CNS 466/12 2018-12-11T08:09:25-04:00 Vanessa Santos Vasconcelos vanessacelos@gmail.com Nubia Moura Ribeiro nubiamr.ifba@gmail.com <p>Este artigo tem como objetivo analisar como a pesquisa é tratada em um plano de curso da Educação Profissional Técnica de Nível Médio, na área de enfermagem, visando identificar se a proposta de pesquisa a ser desenvolvida no curso é passível de ser aplicada em conformidade com normativas de ética em pesquisa, especificamente a Resolução CNS 466/12. A metodologia utilizada foi uma pesquisa qualitativa, por meio de uma análise documental do plano de curso técnico em enfermagem do Campus Eunápolis do atual Instituto Federal da Bahia. No documento foi identificada proposta de pesquisa científica com pessoas, através de entrevista e questionário. Conclui-se, após a sua análise, que há previsão de desenvolvimento de pesquisas envolvendo seres humanos, portanto, estas devem ser aplicadas em conformidade com a Resolução CNS 466/12.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/619 O espaço da literatura na contemporaneidade: experiências de iniciação à docência no ensino tecnicista brasileiro, o caso IFSul - Bagé 2018-12-11T08:09:22-04:00 Andressa Alves Machado andressaalvmachado@gmail.com Zila Letícia Goulart Pereira Rêgo zila.rego@gmail.com <p>O presente artigo busca discutir o espaço que é destinado à literatura na formação tecnológica brasileira, onde refletiremos acerca da literatura na contemporaneidade através de pesquisas bibliográficas e das vivênciasde um grupo de bolsistas de iniciação à docência do PIBID - subprojeto Letras, que aplicaram projetos no IFSul/Campus Bagé, visando promover o letramento literário dos alunos inseridos nesta modalidade de ensino profissional e tecnológica. A escolha deste tema se dá devido às inquietações que essas experiências provocaram no grupo que atuou na disciplina de literatura na escola durante os anos de 2014 e 2015. Em nossa pesquisa bibliográfica, discutiremos o lugar da arte na contemporaneidade e o caráter humanizador e democrático que envolve o contato com a literatura. Na escola em questão, foi possível identificar que a literatura ocupa um lugar restrito na educação tecnológica, o que se traduz em cargas horárias diferentes entre os Cursos Integrados de Agropecuária e Informática. Observamos também que a comunidade escolar manifesta uma visão pragmática a respeito do papel da arte na formação dos jovens. Ao relacionarmos nossos estudos bibliográficos às experiências dos bolsistas com a aplicação de projetos de leitura desenvolvidos pelo PIBID no IFSul, foi possível avaliar o espaço limitado reservado à arte literária nesta instituição, assim como em que medida alcançamos nossos objetivos durante a aplicação dos projetos.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/519 Proposta de metodologia para o desenvolvimento de objetos de aprendizagem de autoria própria com scratch. 2018-12-11T08:09:23-04:00 Luiz Carlos Aires Macedo luizcarlos@ufersa.edu.br Maria Ivete Basniak basniak2000@yahoo.com.br Marcos Cesar Danhoni Neves macedane@yahoo.com Sani de Carvalho Rutz Da Silva sani@utfpr.edu.br Débora Amaral Taveira Mello dmello@alunos.utfpr.edu.br <p>Este artigo apresenta uma proposta de metodologia voltada à produção de Objetos de Aprendizagem (OA) de autoria própria para educadores sem conhecimentos aprofundados em modelagem e programação de softwares. Esta metodologia utiliza <em>storyboards</em> como estratégia de modelagem e programação adaptada à linguagem <em>Scratch,</em> se configurando como fácil e eficiente de ser utilizada. Para discuti-la é apresentado um exemplo que salienta as características desta metodologia em sua aplicação prática. Conclui-se que a metodologia pode ser interessante para educadores que desejam construir seus próprios OA utilizando a linguagem <em>Scratch</em> sem que isso signifique o não uso de um processo de desenvolvimento de software.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/445 Museu-escola: produção do guia didático interdisciplinar do museu antares de ciência e tecnologia/observatório astronômico antares 2018-12-11T08:09:24-04:00 Milena Pereira da Silva milena.psilva@yahoo.com.br Paulo Cesar da Rocha Poppe paulopoppe@uefs.br <p>O presente estudo busca estreitar a relação museu-escola através de um estudo de caso de um espaço não-formal de ensino: Museu Antares de Ciência e Tecnologia (MACT), parte integrante do Observatório Astronômico Antares (OAA), situado na cidade de Feira de Santana-BA. Investigações realizadas anteriormente demonstraram que o público do MACT/OAA é constituído principalmente por estudantes da Educação Básica. Diante disso, desenvolvemos um guia didático interdisciplinar para auxiliar o professor (com seus estudantes) no processo antes, durante e depois da visita ao MACT/OAA. A proposta, caracterizada como qualitativa exploratória inclui 4 etapas: (i) a apresentação dos atuais recursos (exposições) presentes no MACT/OAA, (ii) associação entre os recursos e as disciplinas de Ciências e de Matemática das escolas e (iii), acompanhamentos de visitas ao espaço, elaboração do guia, e aplicação de atividades com os professores visitantes. Através dos dados analisados, é perceptível a contribuição do instrumento para planejamento, execução e realização de atividades antes, durante e após a experiência museal, promovendo uma liberdade para o professor abordar as atividades de acordo com a turma, assim como aos conteúdos apresentados nas disciplinas, favorecendo possibilidades de unir estes com as abordagens que ocorrem durante a visita ao espaço não-formal. Divulgar tais espaços e implementá-los de forma mais consistente ao ensino formativo tradicional, o qual atualmente abrange basicamente o ambiente escolar, contribui para uma divulgação científica lúdica e interdisciplinar de modo a promover uma formação crítica da sociedade em geral.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/447 As videoaulas e os desafios para a produção de material didático: pensando a docência na educação online 2018-12-11T08:09:24-04:00 Vivian Martins vivian.martinst@gmail.com Joelma Fabiane Ferreira Almeida joelma_a@hotmail.com <p>Temos vivenciado um contexto social em que as formas de comunicação migraram para outros espaços e tempos, engendrados e potencializados pelo ciberespaço. Atualmente podemos viver novas experiências comunicativas, em qualquer lugar e em qualquer tempo, e que são mediadas pelos usos de modernos e complexos recursos audiovisuais. Este novo cenário tem gerado relevantes mudanças nas práticas de educação a distância. As videoaulas, por exemplo, têm se destacado desde que suas formas de produção e compartilhamento foram afetadas pelo potencial das redes digitais na cibercultura. Acreditamos que esta nova realidade demanda mudanças nas práticas pedagógicas e a criação de dispositivos que possibilitem ações educacionais interativas rumo a uma aprendizagem significativa. Diante do exposto, apresentamos o questionamento que dá sentido ao estudo narrado neste artigo: como as estratégias de ensino e aprendizagem e as perspectivas de interação subjacentes ao material didático, em especial as videoaulas, do Curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) Virtual favorecem a formação dos aprendentes? Em busca de respostas para esta pergunta, praticamos o método da pesquisa exploratória, em que observações no campo, entrevista semiestruturada e aplicação de questionário foram os instrumentos de produção de dados que nos ajudaram na construção de ponderações sobre o uso de videoaulas na educação online. A partir da reflexão dos docentes sobre o processo de produção do material didático do curso, em especial as videoaulas, emergiram as seguintes categorias e subcategorias de análise: situações de aprendizagem, domínio das linguagens, abordagem teórica e prática, estímulo à autonomia e incentivo às interações. Como achado da pesquisa, afirmamos que a produção de videoaulas não deve ser vista como atividade-fim da educação online, mas como um novo caminho rumo a práticas ciberculturais de construção dos conhecimentos.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/507 Uma proposta para desenvolver a Habilidade Cognitivo-Linguística (Explicar) em aulas de química utilizando a estratégia P.O.E. (Prever-Observar-Explicar) 2018-12-11T08:09:23-04:00 Marcondes Luiz da Silva Azevedo marcondes.qp@gmail.com Marcia Gorette Lima da Silva marciaglsilva@yahoo.com.br <p>Estudos têm avançado sobre estratégias de ensino que visem o desenvolvimento de práticas argumentativas, particularmente as que priorizam a produção, comunicação e avaliação de conhecimento científico em sala de aula. Entre as estratégias consideramos a perspectiva POE (Prever-Observar-Explicar) a partir de uma atividade experimental para abordar conceitos de Eletroquímica, nosso produto educacional. Nossa pesquisa investiga as habilidades cognitivo-linguísticas predizer, observar e explicar manifestadas por alunos do ensino superior em química. Para tanto, utilizamos instrumentos de coleta de dados para as três etapas da POE. Como principais resultados foi possível observar por meio da produção de gêneros argumentativos, oral (discussão individual e em grupo) e escritos (ficha individual) que a estratégia de ensino se mostrou útil para que os alunos exponham suas ideias e negociem entre si argumentos e explicações para os fenômenos químicos apresentados, e ainda que os alunos apresentaram evolução conceitual expressas nas respostas apresentadas nas explicações escritas, à medida em que a atividade foi desenvolvida.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/546 Os desafios da orientação na prática da Iniciação Científica a distância 2018-12-11T08:09:23-04:00 Eliza Adriana Sheuer Nantes elizanantes@gmail.com Antonio Lemes Guerra Junior junior.guerra@hotmail.com Ednéia de Cássia Santos Pinho ediuel@yahoo.com.br Juliana Fogaça Sanches Simm julianafogacasanches@gmail.com <p>Este trabalho tem o objetivo de apresentar as percepções de professores de uma universidade privada que atuam, no contexto da Educação a Distância (EaD), como orientadores de projetos de Iniciação Científica (IC) mediada por tecnologias. A partir da coleta de informações registradas como respostas a um questionário, em uma abordagem de base qualitativa e quantitativa, esses sujeitos expuseram: os recursos que têm à sua disposição; o apoio que recebem da instituição; as estratégias para garantir uma comunicação eficaz com seus orientandos; e as práticas de mediação/orientação com vistas à formação acadêmica voltada para a pesquisa. Os resultados apontaram, em síntese, que a tecnologia, no âmbito da IC, apresenta-se como um “desafio”, pois requer a adoção de novos métodos pelos professores, e também como uma “possibilidade”, ao permitir a expansão dos domínios de uma atividade essencial para o desenvolvimento de estudantes de graduação.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/586 “Reações Curiosas”: Produção e aplicação de kit didático para o Ensino de Ciências 2018-12-11T08:09:22-04:00 Chirlei de Fátima Rodrigues soyer.chirlei9@gmail.com Renata Subtil Torres rsubtil@edu.vilavelha.es.gov.br Danielli Veiga Carneiro Sondermann danielli@ifes.edu.br <p>O presente artigo apresenta o percurso da construção, validação e aplicação de um Kit Didático para o Ensino de Ciências, como proposta de um produto educacional desenvolvido durante a disciplina de recursos didáticos ofertada pelo mestrado profissional em Educação em Ciências e Matemática (Educimat), ofertado pelo Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) Brasil. O produto foi validado por especialistas e, em seguida, foi aplicado a um grupo de alunos do segundo ano do Ensino Médio em uma escola da rede estadual do Espírito Santo, com o objetivo de averiguar os conhecimentos prévios em relação ao conteúdo de reações químicas, além de possibilitar a avaliação do potencial do Kit como um material pedagógico lúdico e interessante dentro do contexto de uma aula de química. Por meio de questionário aplicado em dois momentos, antes e depois da utilização do Kit Didático, ficou evidente a importância de uma prática contrária a um modelo simplista de educação, pois a utilização do Kit, construído com materiais simples e de baixo custo, materializa um ensino de ciências que possibilite a compreensão das relações existentes entre a Ciência e o cotidiano do aluno, rompendo com práticas de um ensino tradicionalmente fragmentado. Utilizar diferentes espaços para a aprendizagem, com recursos inovadores é um meio de elevar a qualidade das aprendizagens construídas de forma significativa.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/609 Química e Tecnologia: Um aplicativo para a abordagem dos conteúdos de ácidos e bases no Ensino Médio 2018-12-11T08:09:22-04:00 Janaína Lopes Xavier janainalx@gmail.com Gislane Silvério Neto Barreto gislane.silverio@gmail.com José Divino dos Santos jdsantos@ueg.br Nyuara Araújo da Silva Mesquita nyuara@ufg.br <p>Considerando as dificuldades de aprendizagem no ensino de química relatados em vários trabalhos. Este trabalho tem o intuito de contribuir para minimizar as dificuldades dos alunos na aprendizagem de química dos conteúdos de ácidos e bases. O tema é apontado como de difícil abstração dificultando aos alunos uma relação com o cotidiano. Assim, a relevância dessa pesquisa se concentra em proporcionar uma ferramenta educacional que possa ser utilizada tanto por alunos e professores, seja no espaço formal ou não-formal, que possa contribuir para minimizar as dificuldades na aprendizagem desses conteúdos. Diante disso, para o desenvolvimento do aplicativo educacional foi utilizado a metodologia de concepção de desenvolvimento de aplicações educativas, nomeada “O caso das hipermídias”, o que resultou no aplicativo educacional <em>AciBase, </em>desenvolvido na linguagem de programação Python. O jogo <em>AciBase</em> pode ser um importante instrumento no processo de ensino-aprendizagem dos conteúdos de ácidos e bases, contribuindo para a apropriação do conhecimento científico. O jogo pode acarretar em um maior interesse pelo conteúdo, destacando as formas como as questões foram elaboradas, a facilidade em jogar e a forma de abordar o conteúdo de ácidos e bases. Nesse sentido, o jogo <em>AciBase </em>proporciona motivação em busca do conhecimento químico, contribui para a apropriação dos conteúdos químico. Entretanto compreende-se que o aplicativo educacional deve ser utilizado como uma ferramenta de auxílio para alunos e professores nesse processo. O jogo <em>AciBase</em> por si só não acarreta em aprendizagem, entretanto sua utilização associada à metodologia de ensino pode se tornar uma ferramenta poderosa nesse processo.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement## http://200.129.168.14:9000/educitec/index.php/teste/article/view/493 EduCoelho: uma plataforma educacional para a alfabetização financeira 2018-12-11T08:09:23-04:00 Eduardo Wartchow eduardowartchow@hotmail.com Roberta Dall Agnese da Costa r.dallagnese@gmail.com Carine Geltrudes Webber cgwebber@ucs.br <p>A Alfabetização Financeira compreende um conjunto de conhecimentos sobre finanças que pode conduzir um indivíduo a melhores decisões financeiras. Diante disso, este trabalho propôs o desenvolvimento e avaliação de uma plataforma, EduCoelho, que integra, em especial, um jogo para estimular a reflexão comportamental acerca de um sonho de consumo: a compra de um automóvel. Além do jogo, desenvolveu-se um conjunto de videoaulas para abordar, de forma explícita e sistemática, conteúdos importantes para que a aprendizagem tenha sucesso. O trabalho consistiu em uma pesquisa qualitativa, por meio de estudo experimental e descritivo. Por meio de pré e pós-testes procurou-se coletar dados sobre concepções prévias, percepções dos participantes sobre questões comportamentais e evidências de aprendizagens. Neste trabalho assumiu-se que a utilização do jogo pode auxiliar tanto na prática de uma situação projetada na vida futura das pessoas (compra de um automóvel), como na visão estratégica das implicações desta decisão a longo prazo. Por isso, o jogo desenvolvido procura instigar o participante a uma abordagem diferenciada, pois deverá avaliar os efeitos da compra no contexto presente da sua capacidade de pagamento, além de avaliar estrategicamente as consequências em relação ao seu equilíbrio orçamentário, que é avaliado ao final do jogo, quando o jogador se aposenta. Neste sentido, desenvolveu-se uma proposta com o objetivo de atender a questão central de pesquisa, concebendo um produto capaz de promover aprendizagens e reflexões sobre o planejamento financeiro pessoal.</p> 2018-11-14T00:00:00-04:00 ##submission.copyrightStatement##